Notícias

Prefeitura anuncia que vai propor à Câmara a prorrogação do "Salvador Por Todos" até dezembro


Durante a entrevista coletiva para apresentar o balanço dos 180 dias de enfrentamento à Covid-19, o prefeito ACM Neto anunciou que vai enviar à Câmara Municipal de Salvador um projeto de lei para que seja autorizada a prorrogação do programa "Salvador Por Todos" até dezembro deste ano.
O benefício no valor de R$ 270 é voltado para trabalhadores informais que perderam renda devido a crise sanitária instaurada pelo novo coronavírus. 
Inicialmente, o projeto vai autorizar o pagamento do benefício no mês de outubro, mas com a autorização prévia para que nos meses conseguintes, a Prefeitura avalie a necessidade de manter o auxílio até o fim de 2020.
"O efeito social da crise econômica instalada no país em função da pandemia continua existindo, ela se estende mesmo com a retomada de diversas atividades, retorno de uma série de setores. Nós ainda temos e é sabido, milhares de pessoas que trabalham na informalidade e não puderam voltar às suas atividades, que não conseguiram recompor a sua renda, milhares de pessoas desempregadas, desesperadas sem saber do seu futuro. Esse PL vai buscar autorização legislativa para prorrogar pagamento do benefício por mais 3 meses", explicou o prefeito.
Outras pessoas devem ser incorporadas ao "Salvador Por Todos", como explicou o prefeito. Famílias que passaram a viver em situação de rua com a impossibilidade de manter o comércio informal, que até o momento recebiam refeições diariamente oferecidas pela Prefeitura, agora serão incluídas no programa mediante as informações disponíveis no cadastro do município.
A concessão de cestas básicas a mototaxistas e outras categorias também devem ser mantidas, de acordo com Neto, assim como aqueles que vivem em situação de extrema vulnerabilidade. O investimento na continuidade do programa será de R$ 2,4 milhões. /Por: Antonio Queirós/CMS  Por: Luiz Felipe Fernandez

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();