Notícias

Com salários atrasados há dois meses, cozinheiros do Roberto Santos ameaçam paralisar por tempo indeterminado


 Com salários atrasados há dois meses, funcionários da cozinha do Hospital Geral Roberto Santos (HGRS) paralisaram pontualmente às atividades na manhã desta quinta-feira (24), para reivindicar os pagamentos. 

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Refeições Coletivas e Afins no Estado da Bahia, Reginaldo Carvalho, mediou a negociação entre os profissionais e representantes do Estado e da terceirizada Sabore. “Ficou acordado que eles farão o pagamento até às 14 horas de hoje dos atrasados. Caso isso não aconteça, amanhã ninguém irá trabalhar”, declarou. 

Reginaldo disse ao BNews que a terceirizada vai buscar recursos próprios para quitar o débito, afirmando que o Estado não repassou o dinheiro até o momento. À reportagem, o gerente da Sabore afirmou que não tinha informações sobre o assunto.

Em nota, a Secretaria da Saúde realiza pagamentos mensais e consecutivos para todos que prestam serviço ao Hospital Geral Roberto Santos.  Por: Reprodução/ Governo do Estado  Por: Aline Reis

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();