Notícias

Após TCM apontar 179 fraudes no Auxílio Emergencial, prefeito de Feira promete punição


 A pós ser notificado pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) de que 179 servidores da Prefeitura de Feira de Santana teriam recebido de forma indevida o Auxílio Emergencial do Governo Federal, no valor R$ 600, e criar uma comissão de sindicância para apurar a denúncia, o prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins (MDB), prometeu que caso se comprove o recebimento ilegal do recurso, os servidores do município serão punidos e terão que devolver os valores recebidos. 

“Podem ter certeza de que serão tomadas as providências para a devolução e a situação pode gerar até demissão. “Estamos averiguando com todo cuidado, inclusive com cruzamento de dados, se houve alguma ilegalidade, pois até o TCM está tratando como possível recebimento indevido. Mas constatada alguma irregularidade, não passarei a mão pela cabeça de ninguém, pois isso para mim pode caracterizar corrupção”, prometeu Martins. 

A lista enviada pelo TCM é composta por servidores ativos e inativos. O tribunal constatou, via cruzamento dos dados pessoais e bancários, que alguns servidores receberam uma parcela dos R$ 600, mas outros chegaram a receber de duas a quatro parcelas.   / Por: Dinaldo Silva/BNews 

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();