Notícias

Witzel diz ser alvo de processo político induzido por subprocuradora: "a questão agora é pessoal"


O governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, disse em pronunciamento na manhã desta sexta-feira (28) que é alvo de um processo político, induzido pela subprocuradora Lindôra Araújo, “que está se especializando em desestabilizar os estados com investigações rasas, e buscas e apreensões preocupantes”.
“Eu estou incomodando prendendo miliciano? Prendendo tráfico de drogas? Quero desafiar o MP na pessoa da Dr Lindoura, a questão agora é pessoal, eu quero que ela apresente um único e-mail, único telefone, uma prova testemunhal, um pedaço de papel em que eu tenha pedido qualquer tipo de vantagem ilícita pra mim. Qual foi o ato ilícito que eu pratiquei? Estou criminalizando a advocacia, a OAB precisa se manifestar sobre isso. Reafirmo que não tenho medo de delação, desse canalha do Edmar. O processo penal brasileiro está se tornando um circo", afirmou. /Por: Antonio Cruz/Agência Brasil 

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();