Notícias

Coaf aponta ‘movimentação suspeita’ de R$ 33,9 milhões em conta de ex-mulher de Wassef


Um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) mostrou uma movimentação na conta de Maria Cristina Boner Leo no valor de R$ 33,9 milhões, em apenas seis meses, o que é incompatível com a renda mensal da ex-mulher de Frederick Wassef, de R$ 75 mil.
Maria Cristina foi alvo de três comunicações feitas pelo Coaf a órgãos de investigação, sendo do total de movimentações suspeitas, R$ 16,6 milhões foram referentes a uma operação de crédito efetuada na conta dela.
Já os outros R$ 17,3 milhões foram registrados como débito, ou seja, montante que saiu da mesma conta. “A movimentação foi considerada incompatível com a renda mensal de R$ 75 mil cadastrada à época”, afirmou o relatório. No entanto, as transações não são consideradas ilegais.
O documento foi enviado pelo Coaf ao Ministério Público Federal do Rio de Janeiro (MPF-RJ) e do Distrito Federal (MPF-DF) no dia 15 de julho deste ano. O relatório também foi compartilhado com o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ) e a Polícia Federal.
Na última semana passada, de acordo com o Globo, o advogado da família Bolsonaro e ex-marido de Maria Cristina recebeu repasses milionários da enteada. As contas do escritório de advocacia de Wassef também foram alvo de depósitos da empresa Globalweb, que tem Bruna como sócia e Maria Cristina como fundadora e presidente do conselho de administração.
A empresa, que tem contratos com o governo federal, afirmou que Wassef trabalhou para a companhia há cinco anos e sobre os repasses de Bruna, o advogado disse que foram referentes ao pagamento de um empréstimo. /Por: Agência Brasil 

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();