Notícias

Até maio deste ano, 20 mil pessoas foram demitidas do setor do comércio na Bahia

Bruno Kelli/Amazonia Real
Cerca de 20 mil trabalhadores do setor do comércio perderam seus empregos até maio deste ano, de acordo com cálculo do presidente da Fecomércio-Ba, Carlos de Souza Andrade. Em entrevista à rádio Metrópole, na manhã desta terça-feira (4), Andrade afirmou que a situação do setor começou a piorar em dezembro do ano passado. A crise ficou mais acentuada com as medidas de seguranças adotadas pelos gestores para conter o avanço do novo coronavírus. 
"Tivemos um Carnaval muito bom para o setor do comércio e do turismo. Foi feito um Carnaval muito bom, mas, depois disso, infelizmente, veio essa pandemia e tumultuou o mundo, o Brasil e a Bahia como um todo. Nós que vivemos de turismo fomos muito penalizados. Ainda estamos sofrendo muito porque a pandemia ainda não acabou", comentou o presidente. 
Salvador está na segunda semana da primeira fase de retomada das atividades econômicas. Caso a taxa de ocupação de leitos de UTI se mantenha menor que 70% na próxima semana, a fase dois entra em vigor autorizando o funcionamento de bares, restaurantes e academias. Nesta terça, a ocupação está em 71%, 4% a menos que na segunda (3).(BNews)

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();