Notícias

Presidentes das maiores empresas do Brasil entram em quarentena após contato com Bolsonaro


Depois de Jair Bolsonaro (sem partido) afirmar, nesta terça-feira (7), que está infectado pelo novo coronavírus, um grupo de donos de algumas das maiores empresas do Brasil decidiu entrar em quarentena. Eles estiveram nos últimos dias com o mandatário que começou a apresentar os sintomas da doença na segunda (6).
De acordo com informações da coluna Painel S.A, da Folha, Eugênio Mattar (Localiza), Francisco Gomes (Embraer), Carlos Alberto de Oliveira (Caoa), Carlos Trabuco (Bradesco), Rubens Ometto (Cosan), Rubens Menin (MRV), Cândido Pinheiro (HapVida), Lorival Luz (BRF) e Fernando Queiroz (Minerva Foods) estiveram com o presidente na sexta (3). Paulo Skaf, presidente da Fiesp, os acompanhou.
Cuidados
Para coluna, por exemplo, a BRF afirmou que está seguindo protocolos estabelecidos pela companhia para todos os seus funcionários. A empresa disse que Lorival não apresenta sintomas e mantém sua rotina normal de trabalho em casa.
Já Mattar também passou por teste nesta terça. De acordo com a Localiza, ele está seguindo as medidas de distanciamento social e apresenta um quadro de saúde normal. Sem sintomas, ele manteve sua rotina de trabalho remotamente.
Francisco Gomes seguirá o protocolo de saúde da Embraer, que prevê quarentena para qualquer pessoa que teve contato com alguém contaminado.
Leia também:

Por: Marcos Corrêa/PR 

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();