Notícias

Prefeito de Itabuna cita feitos na área de saúde da cidade e diz que sofre pressão: "Ser humano nenhum aguenta"

Paulo M. Azevedo/BNews 
Depois de pedir desculpas após a declaração que repertiu nacionalmente, ao dizer que o comércio de Itabuna iria reabrir "morra quem morrer", o prefeito Fernando Gomes (PTC) diz que sofre pressão no cargo e diz que nenhum outro político fez tanto pela saúde da cidade quanto ele.
"A gente diz as coisas e coloca umas palavras soltas, de raiva, já que está na pressão. Não colocaram o que eu disse antes. Ninguém fez mais em saúde em Itabuna que Fernando Gomes, tenho cinco mandatos de prefeito. Todos os postos daqui fui eu que construí. A pressão que estou levando ser humano nenhum aguenta", afirmou em entrevista ao G1.
Fernando destacou que o "governador fica no palácio", enquanto prefeitos precisam ir às ruas, e listou os leitos de UTI inaugurados.
"O governador está no palácio, prefeito está no palácio e prefeito está na rua. O Hospital de Base de Itabuna está hoje com 82 leitos, 10 leitos de UTI. Eu ia abrir [o comércio] e quando chegou na segunda-feira estourou [o número de casos da Covid-19] , encheu a Santa Casa e os 10 leitos de UTI do Hospital de Base. Sabe o que aconteceu? O prefeito que se vire para resolver o problema”, completou.
Com ao menos 2863 casos confirmados de Covid-19 e 72 mortes, Itabuna é a cidade com maior coeficiência de incidência de contaminados por 100 mil habitantes, de acordo com boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab).(Bnews)

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();