Notícias

Prefeito de Camaçari convida Orbi Química para se instalar na cidade


O prefeito de Camaçari, Elinaldo Araújo (DEM), encaminhou, na noite desta segunda-feira (27), uma solicitação de reunião com o diretor geral da Orbi Química, Rogério Seabra, e sinalizou para a possibilidade de a empresa ser instalada no município.
No mesmo dia, a Câmara de Santo Amaro rejeitou a instalação da indústria na cidade, após manifestação de políticos e artistas sobre os riscos para a população, por se tratar de fábrica de produtos químicos.
No convite para uma reunião, feito por e-mail, Elinaldo destacou que Camaçari, além de estar próxima à capital baiana, tem a infraestrutura adequada para receber a instalação da indústria, já que possui amplo polo automotivo onde estão instaladas  Ford, Bridgestone, Continental, dentre outros fabricantes de autopeças.
“Camaçari tem um polo automotivo de ponta e certamente tem condições de oferecer a infraestrutura adequada para a instalação da Orbi Química. Neste momento em que pessoas estão perdendo empregos e estabelecimentos estão fechando as portas por causa das dificuldades financeiras, atrair investimentos é fundamental para gerar emprego e renda”, afirmou o prefeito.
Empresa 100% nacional e com sede em São Paulo, a Orbi Química iniciou as atividades em 2006, oferecendo soluções para a linha de manutenção e conservação automotiva e construção civil.
Relembre o caso
As manifestações contrárias à instalação da Orbi Química em Santo Amaro, no Recôncavo Baiano, ganharam repercussão, neste domingo (26), quando o cantor e compositor Caetano Veloso usou as redes sociais para falar que a empresa representaria mais uma ameaça à população local.

Depois disso, inúmeros artistas e políticos se mostraram contrários à aceitação da fábrica pela Prefeitura e cobraram posicionamento dos vereadores para que barrassem a instalação da Orbi Química na cidade.
Já na tarde desta segunda-feira (27), a Câmara Municipal de Santo Amaro derrubou a doação do terreno onde seria construída a Orbi Química, que pertence à Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB).
A sessão extraordinária estabelecida pela votação teve mais de quatro horas de duração e foi marcada por intensos debates. O executivo municipal, autor da proposta de doação, precisava de 10 votos dos vereadores para conseguir aprovar o projeto, mas conseguiu apenas nove sinalizações positivas.  / Por: Divulgação 

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();