Notícias

MPF abre inquérito para investigar deputado bolsonarista


A procuradora Monique Cheker, da Procuradoria da República em Petrópolis (RJ), abriu um inquérito para investigar se o deputado bolsonarista Daniel Silveira (PSL-RJ) cometeu crime de improbidade administrativa quando pagou R$ 110 mil em dinheiro vivo por consultorias de escritório de advocacia de sua cidade. A informação foi dada pela coluna do jornalista Guilherme Amado na revista Época.
O jornalista informou que a coluna já havia questionado o deputado se ele teria algum comprovante de que os trabalhos foram realizados. Contudo, o parlamentar não apresentou nenhuma comprovação da realização dos trabalhos. 
A Câmara dos Deputados não pede aos parlamentares comprovação de que o trabalho foi realizado, apenas é exigido a apresentação de notas para o reembolso. De acordo com a coluna, Silveira apresentou notas informando que sempre pagava pelo serviço em dinheiro vivo. /BNews

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();