Notícias

Estudo de Oxford associa hidroxicloroquina ao agravamento de casos de Covid-19


A Universidade de Oxford publicou um estudo, nesta quarta-feira (15), em que associa a hidroxicloroquina com a piora do quadro dos pacientes infectados pela Covid-19. Cerca de 1,5 mil pessoas tiveram mal resultado após ingerir o remédio. O principal risco no uso do remédio é para o coração, podendo causar arritmias.
De acordo com o portal G1, o estudo ainda não passou por uma revisão com outros cientistas. Segundo o estudo, a hidroxicloroquina não reduziu a mortalidade, pelo contrário, o período de internação mais longos aumenta o risco de morte ou necessidade de ventilação mecânica para o paciente. "Embora preliminares, esses resultados indicam que a hidroxicloroquina não é um tratamento eficaz para pacientes hospitalizados com Covid-19", explicam os cientistas. / Por: Reprodução/ Redes Sociais 

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();