Notícias

Entregadores planejam criar cooperativa e sair dos grandes aplicativos


Realizada no último sábado (25), a segunda paralisação nacional dos entregadores por aplicativos é apenas uma parte dos planos da categoria. O objeto maior dos organizadores da Breque dos App é organizar uma cooperativa para gerir o negócio em que atual, e consequentemente sair dos aplicativos. 
De acordo com o UOL, o movimento tem duas causas principais: o aumento de trabalho durante a pandemia e a insatisfação contra as condições ofertadas pelos grandes aplicativos, como iFood, Uber Eats e Rappi. A criação do aplicativo próprio pode custar um investimento inicial de R$ 500 mil. O movimento conta com o apoio voluntário de advogados, economistas e programadores.   /Por: Reprodução // Roberto Parizotti // Fotos Públicas

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();