Notícias

Bahia é o 10º estado menos transparente em contratações emergenciais durante pandemia


O estado da Bahia ficou em 19º entre os 26 estados do Brasil, mais o Distrito Federal, no ranking de transparência em contratações emergenciais durante pandemia do novo coronavírus. A pontuação do estado foi de 82,29, considerado um valor "ótimo" de acordo com os critérios estabelecidos pelo levantamento.
A capital baiana teve um desempenho maior quando comparada a outras capitais brasileiras. Salvador é 15º mais transparente. Com 89,87, a cidade também teve um desempenho "ótimo". Entre os governos estaduais, Ceará, Espírito Santo e Rondônia atingiram a nota máxima, assim como as prefeituras de João Pessoa, Macapá e Vitória.
Metodologia
A Transparência Internacional analisou os sites, redes sociais e portais de transparência dos governos de todos os 26 estados e do Distrito Federal e de todas as 27 capitais. Os critérios de avaliação do ranking se basearam no guia de Recomendações para Transparência de Contratações Emergenciais em Resposta à Covid-19. O manual foi lançado em maio e produzido em conjunto com o Tribunal de Conta da União (TCU). Os estados e prefeituras apresentam baixo desempenho quando informações sobre contratações estão imcompletas, em diferentes sites ou em formatos fechados.  / Por: Andréa Rêgo Barros/PCR 

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();