Notícias

Alvo de toque de recolher, Região Metropolitana de Salvador tem mais de oito mil casos da Covid-19 e 160 mortes


Dos 87.048 casos confirmados do novo coronavírus (covid-19) na Bahia, 8.240 são de moradores da região metropolitana de Salvador. De acordo com dados do último boletim divulgado pela Secretaria da Saúde (Sesab) neste domingo (5), há registro da doença nas 12 cidades localizadas em torno da capital baiana: Camaçari, Candeias, Dias Dávila, Itaparica, Lauro de Freitas, Madre de Deus, Mata de São João, Pojuca, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Simões Filho e Vera Cruz.
Após decreto do governador Rui Costa, 9 dos 12 municípios passaram a adotar o toque de recolher desde o domingo (5): Camaçari, Candeias, Dias D’Ávila, Itaparica, Lauro de Freitas, Madre de Deus, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé e Simões Filho. Segundo o decreto publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) ,fica restrita a locomoção noturna, a permanência e o trânsito em vias, equipamentos, locais e praças públicas, das 18h às 5h, até o dia 12 de julho.
O cenário mais preocupante dentre as cidades com toque de recolher está em Lauro de Freitas, município que faz divisa com Salvador. Com população estimada em 198.440 habitantes, a cidade possui 2.742 casos do novo coronavírus. Por lá, 44 moradores morreram em decorrência da doença.
Com 1.746 casos, Camaçari é a segunda cidade da região com maior número de infectados e o terceiro onde a doença mais matou até o momento (29 mortes), ficando atrás apenas de Lauro de Freitas e Simões Filho. 
Localizado a 30 quilômetros da capital, Simões Filho aparece como o terceiro município com maior quantidade de diagnósticos na Grande Salvador. Por lá, são 1.018 casos e 34 mortos.
Já em Candeias, quarta cidade da região com mais casos, a doença já atingiu 805 moradores, 21 deles morreram. 
Em Dias D'ávila, a doença já afetou 486 moradores, conforme a Sesab. Enquanto Pojuca e Madre de Deus possuem 265 e 264 casos, respectivamente, seguidas por São Sebastião do Passé (263) e São Francisco do Conde (262).
A cerca de 60 quilômetros de Salvador, Mata de São João, registrou o primeiro caso no dia 27 de abril, mais de um mês após a confirmação do primeiro registro da doença na Bahia. Atualmente com 168 casos, a cidade é a décima com maior quantidade de infectados na região.
Ainda de acordo com dados da Sesab, Itaparica (102 casos) e Vera Cruz (119) são os municípios com menor índice da doença até o momento.  / Por: Divulgação/Prefeitura de Lauro de Freitas

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();