Notícias

STJ nega prisão domiciliar ao ex-governador Sergio Cabral


A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou, nesta terça-feira (30), o pedido de prisão domiciliar apresentado pela defesa do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral.
Cabral está preso desde novembro de 2016. Com a pandemia do novo coronavírus, a defesa dele alegou que as unidades prisionais são "foco de contágio e disseminação rápida do vírus", por isso, ele deveria ficar preso em casa. Os advogados argumentaram também que ele não havia praticado crime com violência ou grave ameaça. 
O ministro Rogerio Schietti, relator do caso, avaliou que Cabral está preso em uma unidade penal que não há foco de contágio e que os crimes praticados pelo ex-governador são de "magnitude ímpar”.  /Por: Agência Brasil
 

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();