Notícias

Mãe que confessou ter matado o filho de 11 anos diz que agiu sozinha

Reprodução/Redes sociais
Depois de matar o próprio filho com medicamentos no mês passado e tentar ocultar o corpo, Alexandra Dougokenski, afirmou à polícia que agiu sozinha e que não falou a verdade porque "não sabia como contar" o que aconteceu ao seu outro filho. O corpo de Rafael, de 11 anos, foi encontrado no fim de maio pela polícia em uma casa abandonada perto de onde morava com a família, em Planalto, no Rio Grande do Sul.
 "Eu sei que ele [filho mais velho de 17 anos] ia achar falta do irmão, e eu não sabia como contar. Dei remédio para ele dormi. Foram dois comprimidos de Diazepam. Ele estava diferente, com a boquinha roxa e as mãozinhas geladas", relatou Alexandra em depoimento. 
A mãe confessou também ter escondido o corpo do menino em uma caixa de papelão em garagem que ficava na casa de um vizinho,  distante cerca de cinco metros de sua casa. Segundo investigações, não foram encontrados indícios de que mãe e filho tinham uma relação ruim ou sinais de maus tratos. Alexandra está detida. "Eu coloquei ele deitadinho lá. Não sei se pus no fundo. Sei que tirei algumas coisas e coloquei deitadinho", disse.(BNews)

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();