Notícias

Fluxo de passageiros desde o início da pandemia em Salvador saltou de 28% para 35%', diz Fábio Mota


O fluxo de passageiros nos ônibus em Salvador saltou de 28% para 35% em relação ao início da pandemia, segundo revelou nesta segunda-feira (29) o secretário de Mobilidade do município, Fábio Mota.
Na avaliação do chefe da Semob, o aumento na circulação de usuários do serviço é preocupante. "Cresceu muito. Nós começamos no início da pandemia com 28%, e hoje a gente está com 35. Um aumento muito grande. As pessoas realmente estão saindo de casa. A ideia da frota que aí está é transportar só pessoas dos serviços essenciais: saúde, educação, segurança pública... O que nós montamos foi isso. Mas infelizmente tem muita gente andando [...] Isso tem causado transtorno, porque o nosso planejamento é pra serviços essenciais e a frota que tá rodando é pra serviços essenciais", afirmou Fábio Mota durante cerimônia de início das obras dos trechos dois e três do BRT.
Segundo o secretário, a frota de ônibus disponível acompanhou o aumento da demanda pelo serviço na cidade. "No início da pandemia, [a porcentagem do fluxo de passageiros] era 28 . A gente tinha 30% de frota. Hoje a gente está com 55% de frota, 15% a mais", disse Mota.
Ainda assim, segundo ele, o sistema tem tido transtornos. "Sobretudo no horário de pico e na volta pra casa. São os problemas que a gente está tendo nas estações especificamente, em função do metrô chegar com muita gente", afirmou. /Por: Vagner Souza/BNews 
 

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();