Notícias

Ex-ministro Moro equipara Bolsonaro a PT e acena a movimentos contrários ao presidente


O ex-ministro Sergio Moro acenou pela 1ª vez aos movimentos pró-democracia que apareceram na última semana. O ex-ministro da Justiça equiparou PT ao presidente Jair Bolsonaro. Para ele, o partido não reconhece erros cometidos durante o tempo de governo e isso equivale ao discurso negacionista de Bolsonaro sobre a pandemia.
“É um erro isso”, afirmou Moro em entrevista à Folha de S. Paulo publicada neste domingo (7). Ele diz que está “em aberto” para a possibilidade de aderir a esses novos momentos em defesa da democracia contra o governo e que suas posições sempre foram muito favoráveis “à democracia e ao Estado de Direito”.
O ex-juiz também afirma não ver constrangimento em integrar manifestos com pessoas criticas ao seu trabalho como juiz da Lava Jato. “Na democracia temos muito mais pontos em comum do que divergências. As questões pessoais devem ser deixadas de lado”, disse Moro a Folha.
Segundo Moro, ele entrou no governo com as “melhores intenções” e que as coisas às vezes “não são bem compreendidas”. O ex-juiz deixou o governo em 23 de abril de 2020 e, em pronunciamento a imprensa acusou o presidente Jair Bolsonaro de ter cometido interferência na Polícia Federal.  /Por: Reprodução // Agência Brasil 

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();