Notícias

Defensor do adiamento da eleição, ACM Neto acredita que Câmara Federal deve decidir o quanto antes


A pesar de a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que prorroga as eleições municipais para novembro ter sido aprovada sem muita polêmica no Senado Federal, o mesmo não se vale da Câmara Federal. O prefeito ACM Neto (DEM), ao ser indagado pelo BNews sobre o assunto, afirmou que acha necessário o Congresso deliberar sobre a matéria a quanto antes.  “Deveria votar ainda nesta semana”, disse no fim da manhã desta terça-feira (30).
O prefeito também foi defensor das dilatações dos prazos alinhados à data das eleições. Chegou a reclamar que ações da Prefeitura ficam dependentes dessas medidas, a exemplo a possibilidade de anúncios. 
“A Constituição não fala em data, a Constituição fala em meses antes da eleição. Os prazos são vinculados à data de eleição.  Eu não sei como o Congresso vai decidir e se isso vai parar no TSE ou no STF. O que a gente percebe é que não havia número e foi por esse motivo que não colocou para votar. Há uma crescente adesão à ideia de adiar, mas não sei se já existem 308 deputados favoráveis, que é quórum. Acho que a Câmara deveria encerrar essa discussão ainda nessa semana”, reiterou.
Ainda durante a coletiva on-line com jornalistas, o presidente nacional do Democratas afirmou que tem acompanhado de longe, conversado com o líder do partido na Câmara Federal para poder se inteirar do caso, mas como político, fica no impasse. “Por exemplo tem o dia 20 de julho, daqui a pouco, daqui a 20 dias: vai acontecer as convenções a partir do dia 20 ou não? Minha opinião é que deveria postergar, de fato, a eleição para novembro e assim os prazos também serem postergados”.   /Por: Arquivo BNews  Por: Victor Pinto

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();