Notícias

600 microempresas fecharam em abril na Bahia; guia para empreendedores é lançado pela prefeitura


Dados da Fecomércio apontam que, em abril, ao menos 600 micro e pequenas empresas fecharam as portas na Bahia, em razão da pandemia do coronavírus. Os números alarmantes e a necessidade de criar mecanismos de sobrevivência para os empreendedores durante e após a crise levaram a prefeitura de Salvador e entidades a lançarem um guia com orientações para gerenciamento de negócios. Por meio do site www.guiadoempreendedor.salvador.ba.gov.br, é possível ter acesso a informações que vão ajudar a nortear a continuidade dos negócios.
O manual, segundo o prefeito ACM Neto, dará suporte aos empreendedores. "Compreendemos a angústia pela retomada, mas ela só pode ser feita com segurança. Estamos ciente dos impactos econômicos. Infelizmente, com certas atividades, não temos como dar perspectiva de retorno, a exemplo do setor cultural por causa das aglomerações. Apesar disso, nós dialogamos sobre protocolos. Esta ferramenta tem a proposta de atenuar os impactos", disse.
O prefeito reforçou que outras 50 ações para dar apoio a setores econômicos estão mapeadas pela gestão. "Desde a simplificação de processos a questões tributárias. Estamos em fase de ajustes de um pacote com a Sefaz para o campo tributário, mas ainda não podemos dar detalhes", ressaltou. O segmento turístico também está no radar da prefeitura. "Temos um plano pronto. Esperamos a hora adequada para anuciar".
A elaboração do manual recebeu apoio de entidades como a Fecomércio. O presidente da Federação, Carlos Andrade, disse que a prefeitura acertou na medida, mas pediu mais "carinho" com os shoppings. "Felizmente, a Bahia tem apresentado resultados em relação à preservação de vidas e essa ferramenta ajuda muito. Prefeito, olhe com mais carinho para os shopping. O dia dos namorados está chegando", comentou.
O prefeito avaliou a "pressão" como "legítima e educada", mas ponderou: "entendo a questão e nossas conversas são confluentes. Mas, infelizmente, no dia 12, ainda teremos de comprar no sistema drive-thru, sem a presença de pessoas nos saguões dos shoppings. Estamos com protocolo definido e sabemos como voltar. Quando voltar é que ainda não sabemos"./Por: Dinaldo Silva/BNews 

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();