Notícias

Verbas estatais foram destinadas a canais de youtubers bolsonaristas


Canais no Youtube que defendem o fechamento do Congresso e do STF são abastecidos por verbas publicitárias de estatais, segundo reportagem do jornal O Globo. Alguns desses youtubers são bolsonaristas alvo do inquérito do Supremo sobre fake news.
De acordo com a publicação, quase 29 mil anúncios da Petrobras e da Eletrobras foram veiculados nestes canais entre janeiro de 2017 e julho de 2019 - portanto, antes e durante o governo Jair Bolsonaro.
Entre os blogueiros que receberam verba publicitária da Petrobras e que são investigados pelo STF estão Allan dos Santos, do canal ‘Terça Livre’, Enzo Leonardo Suzi Momenti, do canal ‘Enzuh’, e Bernardo Pires Kuster. Os três foram alvos de mandados de busca e apreensão na última quarta-feira.
O ‘Terça Livre’, de Santos, veiculou 3.490 anúncios pagos pela Petrobras. Já o canal de Kuster no YouTube veiculou 3.602 anúncios pagos pela estatal, enquanto o canal de Momenti veiculou 1.192. A Eletrobras também teve propagandas divulgadas nesses três canais. Foram 536 no de Kuster, 398 no ‘Terça Livre’ e 273 no de Momenti.”
Embora o levantamento se restrinja ao período entre 2017 e 2019, a prática continua. / Por: Reprodução  Por: Redação BNews

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();