Notícias

Primeira quinzena de maio tem queda de 45% no número de homicídios em Salvador e RMS


A pesar do número de homicídios dobrar neste final de semana, em comparação à semana passada, a realidade do mês de maio é bem diferente da enfrentada em abril, em Salvador e Região Metropolitana (RMS). Um levantamento realizado pela reportagem do BNews, com base nos dados da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), mostra que o número de mortes violentas na capital e municípios vizinhos caiu quase que pela metade em relação ao mês anterior.
De acordo com as informações apresentadas pelo órgão de segurança, através do site oficial, a primeira quinzena de abril contabilizou 121 homicídios, sendo 75 ocorridos em Salvador e os outros 46 em cidades da Região Metropolitana, como Simões Filho, Camaçari, Candeias, Lauro de Freitas e outras.
Do número total de casos, a grande maioria teve como vítimas homens. Foram 113 homicídios de pessoas do sexo masculino e apenas oito mulheres. As mortes são investigadas pela Polícia Civil e segundo SSP-BA a maior parte delas tem relação com o tráfico de drogas.
Já em maio, nos 15 primeiros dias, o número de homicídios caiu 45%. Conforme os dados da Secretaria, foram 67 casos contabilizados. Apesar da queda significativa no total de mortes, há duas semelhanças com os registros do mês passado.
Assim como em abril, a maioria dos óbitos foram registrados na capital baiana, 42 casos, e outros 25 em diferentes municípios da RMS. Outra similaridade entre os meses é sobre o gênero das vítimas. Dos casos em maio, 62 vítimas são homens e apenas cinco mulheres.
A redução de quase metade do número de casos pode estar relacionada às medidas de restrições aplicadas pelas prefeituras por causa da pandemia de coronavírus, que proíbe por exemplo, realização de festas, eventos, abertura de bares e até circulação de pessoas nas ruas em determinados horários. /Por: Ilustrativa  Por: Tiago Di Araujo

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();