Notícias

Prefeitura de Lauro de Freitas cobra empresa de ônibus e funcionários de call center terão novos veículos à disposição


A pós a denúncia publicada pelo BNews, a prefeitura de Lauro de Freitas disse que cobrou, neste sábado (16), a empresa de ônibus Costa Verde uma solução para a aglomeração detectada nesta sexta-feira (15), na saída de funcionários do call center Tel Telemática
A companhia de transporte assegurou que, a partir de hoje, serão realizados ajustes nos horários da linha que atende os funcionários, ofertará mais um veículo e deixará um terceiro de sobreaviso, caso dois ônibus não sejam suficientes para quantidade de passageiros. 
“Ressaltamos ainda que, no dia 19 de março, a Prefeitura de Lauro de Freitas publicou decreto Nº 4.594 suspendendo as atividades do call center, como forma de prevenir a contaminação dos funcionários e de sues familiares pelo novo coronavírus, no entanto, o governo federal publicou decreto de número 10.282, no mesmo dia, considerando os serviços de call centers como essenciais, o que suspendeu os efeitos do decreto municipal”, explicou a gestão municipal. 
Por conta disso, a prefeitura pediu a Tel Telemática que suspendesse temporariamente as atividades até que se organizasse para oferecer aos trabalhadores condições para adotarem o home office. A solicitação teria sido negada pela Caixa Econômica Federal, que é atendida pela empresa que presta o serviço de call center. 
A negativa fez com que a gestão procurasse a Justiça para suspender o funcionamento da empresa, mas não teve sucesso. “Em atendimento a um novo decreto publicado pela Prefeitura, em 20 de março, o call center diminuiu em 50% o número de funcionários, além de outras medidas determinadas pela gestão, como o distanciamento mínimo entre os colaboradores, garantia do uso individualizado de equipamentos e acessórios que tenham contato com o corpo, a exemplo de fones de ouvido, a liberação de estagiários, além da promoção de meios para limpeza e higiene pessoal”, acrescentou a prefeitura. /Por: Leitor BNews  Por: Márcia Guimarães
 

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();