Notícias

Política Agora: Líder do PT no Senado diz que enxerga "marcas nazistas" no governo Bolsonaro ao defender "imunidade de rebanho"


O íder do PT no Senado, Rogério Carvalho (SE) diz que percebe "marcas nazistas" no governo Bolsonaro, citando como exemplo principal a teoria da "imunidade de rebanho", já defendida pelo presidente da República. 
A tese consiste no efeito de proteção que surge nas pessoas após se contaminarem com o novo coronavírus e se tornarem imunes a ela. Assim, quanto mais gente for infectada, maior a chance de todos estarem protegidos. ""Talvez eu tenha adquirido antes, como eu disse agora há pouco, e você também, há um mês atrás, vinte dias atrás, já acabou, já estamos imunes. Estamos ajudando a imunizar o Brasil. Porque o vírus bate em nós e não passa para terceiros", diss Bolsonaro, em entrevista ao Programa do Ratinho, do SBT, em março.
"O governo Bolsonaro ele é um governo que nega a Ciência, a necessidade do isolamento. É um governo que acredita na 'imunidade de rebanho', que deixa as pessoas expostas a doenças, e os mais fracos que morram. É uma típica eugenia, uma marca do nazismo, que a gente tá vendo ser reproduzida no Brasil" disse o senador, durante participação no quadro Política Agora, promovido pelo BNews nos formatos "live" e podcast.
O líder do PT no Senado também lembrou do episódio envolvendo o dramaturgo Roberto Alvim, que divulgou uma propaganda ainda quando comandava a Secretaria Especial de Cultura do governo que possuía referências nazistas.
"Não só umas marcas [nazistas], várias marcas. O caso da Cultura, o Alvim, agora na exposição a um fenômeno universal, emergência global, onde você tem um vírus com alta letalidade", completou o senador. /Por: Jefferson Rudy/Agência Senado  Por: Pedro Vilas Boas

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();