Notícias

Imprensa internacional repercute saída de segundo ministro da Saúde brasileiro durante a pandemia


A pedido de demissão de Nelson Teich do Ministério da Saúde, anunciado pela pasta em nota nesta sexta-feira (15), já é repercutido pela imprensa internacional. O médico oncologista deixa o cargo em meio à pandemia do novo coronavírus, menos de um mês após ser empossado.
Os jornais "The New York Times", dos Estados Unidos, e "Clarín", da Argentina, destacaram que a saída de Nelson Teich acontece após divergências com o presidente Jair Bolsonaro.
O periódico norte-americano relembra ainda que a decisão ocorre apenas um mês após a saída do ministro anterior, Luiz Henrique Mandetta, "pelos mesmos problemas".
O português "Diário de Notícias" e o inglês "The Guardian" enfatizaram que Nelson Teich é o segundo ministro da Saúde brasileiro demitido durante a pandemia.
O "DN" relembrou o episódio em que Teich foi avisado por jornalistas, durante uma entrevista coletiva, sobre a decisão de Bolsonaro de ampliar a lista de atividades essencias durante a pandemia, acrescentando academias, cabeleireiros e manicure entre outros serviços. / Por: Redação BNews
 

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();