Notícias

Guedes compara servidores públicos a "assaltantes"; sindicato da PF na Bahia repudia declaração


O ministro Paulo Guedes voltou a criticar o funcionalismo público, ao falar mais uma vez sobre o congelamento de salários dos servidores, como contrapartida do projeto de auxílio a estados e municípios. 
O Sindicato dos Policiais Federais no Estado da Bahia (SINDIPOL-BA) repudiou as declarações de Guedes. Em nota, condenaram “veemente” o “ataque” do líder da pasta da Economia aos “servidores púbicos”.
Em coletiva de imprensa na noite desta sexta-feira (15),  o ministro pediu que “não assaltem o Brasil” em um momento em que a nação está de “joelhos”.
“Por favor, não assaltem o Brasil, quando o gigante está de joelhos”, disparou Guedes, que garantiu que o presidente Bolsonaro “assumiu o compromisso” de impedir reajustes salariais.
Guedes acrescentou ainda que esta próxima semana será definitiva para validar o projeto que socorre estados e municípios, prejudicados pela queda na arrecadação de impostos diante da crise da Covid-19. /Por: Marcelo Casal Jr./Agência Brasil 

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();