As mais recentes

Novo golpe cobra para melhorar avaliação no Google Negócios

Em um novo golpe, estelionatários ligam para empreendedores e oferecem melhorar a avaliação do estabelecimento no Google Negócios em troca de pagamento. A fotógrafa Nina Lima, de 41 anos, quase foi vítima da armadilha.
Foto: Reprodução/ Google
‘Eu recebi uma avaliação de uma estrela. Mas não conhecia a pessoa que me avaliou negativamente e estranhei. Logo depois, recebi uma ligação de uma pessoa se passando por funcionária do Google Negócios. Ela disse que tiraria essa avaliação com o pagamento de seis parcelas de R$ 180. Ainda acrescentou que eu deveria pagar pelo serviço, porque esse só era gratuito nos dois primeiros anos’ contou.
Após desligar, entrou em contato com o Google e descobriu que se tratava de um golpe:
‘Só o serviço de impulsionamento de publicações que é pago. Os estelionatários ainda me ligaram de novo. Mas, dessa vez, quando pedi para saber o sobrenome do funcionário, ele disse que era política da empresa não informar e eu desliguei.
A reportagem ligou para o número que tentou aplicar o golpe e perguntou de onde falava. Uma mulher atendeu e disse que era uma empresa de cobrança.
Esse número de telefone a gente não atende, a gente só faz as ligações de cobrança, para quando o cliente está em aberto conosco, com dívidas. Como a nossa central estava sem linha na semana passada, não sei se algum funcionário entrou em contato com você para oferecer o serviço de divulgação em sites, no google maps. Esse serviço é cobrado’.
Quando questionada sobre qual o nome da empresa prestadora da divulgação, a atendente encerrou a ligação.
A Google respondeu em nota que "qualquer estabelecimento pode estar presente e manter suas informações online, tanto na Busca quanto no Maps, de graça. Para isso, basta baixar o aplicativo Google Meu Negócio no Google Play ou App Store e seguir as instruções". Ainda disse que se algum empreendedor suspeitar ou for vítima de golpe, pode efetuar uma denúncia através de uma ferramenta para informar violações das políticas da empresa.
Letycia Cardoso da Agência O Globo

Nenhum comentário