Notícias

Autoridades começam a inspecionar estúdio de animação incendiado

Reuters/ Kim Kyung-Hoon/Direitos Reservados
Policiais e bombeiros começaram a inspecionar hoje (19) o local do incêndio criminoso que deixou 33 pessoas mortas em Kyoto, na parte oeste do Japão.
Veículos da polícia e do corpo de bombeiros chegaram ao estúdio Kyoto Animation por volta da 9h. 
Ontem (18), um homem jogou o que aparentava ser gasolina na entrada do andar térreo do estúdio. O fogo então se espalhou, provocando explosões. Testemunhas disseram que o suspeito gritou "morram!" durante o ato.
O fogo foi extinto cerca de cinco horas mais tarde.
O suspeito fugiu do local, mas foi detido pela polícia mais tarde, no mesmo dia, a cerca de 100 metros do estúdio. O homem nunca trabalhou na Kyoto Animation e não se sabe claramente que conexões ele tinha com a companhia.
A polícia disse que 74 pessoas, incluindo empregados da companhia, se encontravam no edifício no momento do incêndio. Também confirmou que, além das 33 pessoas mortas, outras 35 ficaram feridas.
A polícia informou que muitos corpos foram encontrados um sobre o outro em uma escada que levava ao terraço. Acrescentou que muitas das vítimas morreram de intoxicação por monóxido de carbono.
Latas de gasolina, facas de cozinha e um martelo foram descobertos nas proximidades do estúdio e a polícia acredita que tais itens pertençam ao suspeito.
A polícia informou que o suspeito pelo incêndio está recebendo tratamento por queimaduras graves em um hospital e planeja interrogá-lo quando ele se recuperar.
NHK, conglomerado de mídia pública japonês

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();