Tragédias marcantes em apenas 73 dias que começou 2019

Imagem Ilustrativa


O ano 2019 começou com tragédias marcantes pelo nosso país, Braisl, uma seqüência de desgraças que atingem em 2019. Com os quatros elementos da natureza e ainda com não se sabe dizer, falta de “amor ao próximo” na última matéria repecutida pelo mundo do massacre de Suzano.
“Terra” rompimento da barragem em Brumadinho no dia 25 de janeiro, deixa centenas de mortes. Pelo Ar, mais uma vítima de acidente helicóptero em (11/2). O jornalista Ricardo Boechat o qual morreu em um acidente de helicóptero na pista do Rodoanel, em São Paulo, ao lado do piloto da aeronave, Ronaldo Quattrucci. O trágico fim do âncora da Band.  “Água” veio enchente no Rio de Janeiro na quarta-feira (06/02), “Fogo” o incêndio no Centro de Treinamento do Flamengo, dois dias depois, deixando vários jovens mortos.
Nesta fase macabra para o país, os infortúnios chegam à forma dos quatro elementos. A terra soterrou centenas de mineiros, a água afogou pelo menos sete cariocas, o fogo queimou 10 adolescentes no Ninho do Urubu. Pelo ar, transitava Boechat quando sofreu o acidente fatal
Março apenas começou, e veio à forte chuva agora em São Paulo, deixando a cidade em Baixo d’água, com rua alagadas e mortes confirmadas com deslizamento de terras.
Ainda no mês de Março os teles Jornais direciona suas notícias para uma lamentável informação, de dois jovens que entrou em um colégio deixando várias pessoas mortas e feridas, chamada por “massacre em Suzano”.
Trágico começo de ano em nosso país e lametavél está ultima notícias que corre no mundo, destes jovens que fez várias vítimas em uma escola no interior de São Paulo na cidade de Suzano.
O Brasil chora e lamenta, por tantas perdas. Vamos fazer uma corrente de oração pelo Nosso País e pedir ajuda a Deus. (SN)

Nenhum comentário