No Congresso, Nilo reforça críticas contra Ministro da Educação

Foto: Divulgação
O deputado baiano Marcelo Nilo (PSB) usou o plenário da Câmara dos Deputados para declarar espanto após ler o documento enviado pelo Ministério da Educação (MEC) para as escolas de todo o país nesta segunda-feira (25). 

A carta endereçada pedia que as escolas filmassem seus alunos cantando o hino nacional e declamando o slogan de campanha eleitoral do presidente Jair Bolsonaro (PSL), além de serem gravados sem autorização prévia dos pais. "A princípio pensei que fosse fake news. Mas, o ministro usou correspondência oficial para fazer propaganda partidária ", apontou Nilo.

"Todos os dias, o presidente e seus ministros cometem erros. Desta vez, foi o ministro da Educação, que faz apropriação indevida da escola para fins partidários" reforçou o deputado, que cobrou rigorosa apuração e punição das autoridades competentes. (BN)

Nenhum comentário