Moro nomeia ativista contra armas e recebe críticas de bolsonaristas

Reprodução Facebook
O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, passou a ser alvo de críticas de eleitores do presidente Jair Bolsonaro nesta quarta-feira (27), após a nomeação de Ilona Szabó como suplente do CNPC (Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária).
A nomeação da diretora-executiva do Instituto Igarapé, que produz pesquisas sobre políticas públicas, foi publicada nesta quarta no DOU (Diário Oficial da União).
Especialista em segurança pública, Ilona Szabó é uma cientista política reconhecida pela atuação a favor de desarmamento da população. Ela coordenou, entre 2003 e 2005, a campanha de coleta de armas realizada no país. Ilona Szabó também criticou o decreto do presidente Bolsonaro que flexibilizou a posse de armas.
A cientista social também já defendeu a descriminalização do uso de drogas. Ilona é autora do livro Drogas, as histórias que não te contaram, que narra a trajetória de cinco personagens que têm as vidas alteradas depois do envolvimento com o narcotráfico. As críticas contra Sérgio Moro pela nomeação está nesta quarta-feira entre os principais assuntos do Twitter.

Nenhum comentário