SIMÕES FILHO-BA: Mãe que perdeu os dois filhos em trágico acidente não resiste e morre.

cats
Mais uma notícia trágica e de grande tristeza tomou conta da cidade de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), na manhã desta quinta-feira (24/01). Após o grave acidente de carro que vitimou fatalmente duas crianças da mesma família, agora chegou a vez de sua mãe se despedir desta terra e ir de encontro aos seus filhos no céu.

A dona de casa Edielma Santos estava internada em estado grave no Hospital de Alagoinhas, com diversas lesões provenientes do impacto da batida entre o seu carro e um segundo veículo, durante o acidente em um trecho da Linha Verde, na manhã do último sábado (19/01).

No veículo estavam Edielma, seu irmão, seu esposo e os dois filhos do casal, Akemile, de 5 anos e Alexandro Filho, de 10. Após colidir de frente, o veículo ainda capotou e bateu sua parte lateral em uma arvore, ficando completamente destruído.

Edielma e as crianças, que estavam no banco traseiro foram quem mais sentiram o impacto da batida. As crianças vieram a óbito ainda no local e ela foi encaminhada, ainda inconsciente, ao Hospital de Alagoinhas, onde permaneceu internada até a manhã desta quinta-feira, quando não resistiu aos ferimentos e também faleceu.

Akemile e Alexandro Filho foram sepultados na segunda-feira seguinte ao acidente, no Cemitério São Miguel, em Simões Filho. Já Edielma será sepultada nesta sexta-feira (25/01). O local do velório e o horário do sepultamento ainda não há confirmação, visto que a família ainda está realizando os tramites legais.

De acordo com informações colhidas pelo SIMÕES FILHO ONLINE, a dona de casa chegou a demostrar uma boa reação ao tratamento durante a semana, mas por causa de uma perfuração no pulmão, o quadro de saúde foi se agravando e ela acabou perdendo a luta pela vida.


Se a perda dos filhos já foi um fato de grande consternação e sofrimento para o pai de família Alexandro Alves Santos, que também sofreu o acidente, mas saiu sem ferimentos graves, imagine agora sabendo que sua companheira também se foi, restando apenas as lembranças da família alegre, indo visitar parentes em Aracaju, quando a vida resolveu lhes pregar uma peça, levando embora tudo que ele tinha de mais valioso. Edielma residia na comunidade da quadra 08, no bairro Cia I.

Nenhum comentário