Neta recém-nascida de Martinho da Vila morre em hospital do Rio

(Foto: Reprodução/Instagram)
Com apenas catorze dias de vida, a pequena Madalena, filha do sambista Tunico da Vila com a jornalista Déborah Sathler, e neta de Martinho da Vila, morreu neste domingo (6) na Maternidade Perinatal da Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio. A informação foi confirmada pelos pais da criança, que fizeram posts emocionantes para se despedir da bebê.
"A dor na alma de segurar sua filha no colo sem vida é uma marca infinda, Maria! Recolha nossas lágrimas, angústia e aflição. Madalena do Espírito Santo foi uma honra ter vivido com você 14 dias. Tunico, meu amor, obrigada por ter tido você em todos os momentos", escreveu Deborah no Instagram.
Em seguida, ela agradeceu aos funcionários do hospital e disse ter fé num reencontro com a filha: "Equipe médica, Perinatal, Dr Jeferson obrigada por tudo. Amigos, doadores de sangue e afeto. Valeu a batalha! Os céus recebam minha filha Madalena, que é presente que cuidamos com tanto amor. Que assim seja! Amém! Até o reencontro minha menina ❤ Nós vamos dançar muito juntas, Madá! Agora volta pra casa minha filha e me espera".
Tunico também usou a rede social para se despedir da filha. "Madalena hoje chegou nos braços de Oxalá e disse: -Oxalá meu pai, como uma abikú eu fui na terra cumprir a missão de receber meu nome de batismo que é Madalena do Espírito Santo Sathler Ferreira e foi o papai e a mamãe quem me deu. Oxalá disse a ela: -Seja bem vinda de volta Madalena, te amamos muito e pode deixar que eu vou consolar seu pai e sua mãe e saiba que deu a eles uma lição de vida e amor. Te amo, Madalena do Espirito Santo".
Madalena nasceu em 23 de dezembro com complicações cardíacas por conta da Síndrome da Hipoplasia do Coração Esquerdo (SHCE) - um problema congênito, que foi identificado ainda durante a gravidez. Na sexta (3), Tunico havia feito um post para pedir doações de sangue para a pequena: "Essas doações ajudarão a mantê-la viva!".
Houve muita mobilização pelas doações e a previsão era de que a menina fosse submetida a três cirurgias antes de ser liberada do hospital, porém ela não resistiu. 
No finalzinho do ano passado, Déborah mostrou a filha de olhos abertos e demonstrou otimismo com a recuperação dela. 

Veja os posts da família:

Fonte: Rede TV

Nenhum comentário