Após denúncias de agressão e assédio, Vanderson é eliminado do BBB19


Este é o segundo candidato desclassificado da edição
(Foto: Divulgação)

Após ter sido denunciado por agressão física e assédio sexual, o brother Vanderson foi eliminado da 19ª edição do reality show. O motivo foi a intimação entregue, na manhã desta quarta-feira (23), pela delegada Rita Salim, titular da Delegacia de Atendimento à Mulher de Jacarepaguá (Deam), na sede dos estúdios Globo. 
Agora, o biólogo e coordenador educacional indígena de 35 anos deverá se apresentar e prestar depoimento em inquérito instaurado contra o participante. A saída de um candidato da casa resulta na sua desclassificação do BBB19.
Vanderson não deverá substituído, por isso, o programa seguirá com 15 participantes. O apresentador Tiago Leifert anunciará a decisão oficialmente no programa desta quarta à noite.
Segundo a assessoria da Polícia Civil do Rio de Janeiro, Maíra Menezes, 27, acusa Vanderson, com quem namorou, de agressão. Além dela, outras três mulheres registraram novos Boletins de Ocorrência contra Vanderson, na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher Vítima de Violência de Rio Branco (Deam-Acre). As denúncias foram feitas por agressão física, estupro e importunação ofensiva ao pudor.
A prisão preventiva do participante está descartada, por enquanto. "Neste momento, a permanência dele no programa fica a cargo da emissora. Ele está sendo investigado, não condenado", disse a delegada titular da Deam do Rio, Juliana de Angelis Carvalho, que solicitou o interrogatório de Vanderson.
Por meio de comunicado divulgado na semana passada, a Globo já havia afirmado ser contra qualquer tipo de agressão. “A Globo é veementemente contra qualquer tipo de violência, mas cabe às autoridades competentes a apuração de denúncias como a que está sendo feita. Se assim for, a Globo poderá tomar medidas, como já fez em outras edições do programa”, informou em nota.

Vencedora do BBB 2018 foi contra

Campeã do BBB18, Gleici Damasceno usou o Twitter, no início desta edição, para anunciar que não ia torcer por Vanderson. "Agressor de mulher não vai ter vez comigo", escreveu a acreana.
Gleici chegou a anunciar torcida pelo participante, mas voltou atrás ao descobrir a denúncia de agressão feita pela ex-namorada dele.
"Agressor de mulheres no BBB. Imagina você abrir seu celular cheio de mensagens de amigas perguntando como eu estava. O rosto do meu agressor estava por toda parte, por toda a internet. Meu Deus, só eu sei o que eu vivi", disse Maíra à revista Quem, na época.

Correio*


Nenhum comentário