Mulher é suspeita de matar filha recém-nascida na Bahia; bebê tinha perfurações no tórax

Foto: ilustrativa/divulgação

Uma mulher identificada como Lidiane Bruna Sales Linhares, 22 anos, foi autuada em flagrante na noite do último sábado (3/11), após suspeita de matar a filha recém-nascida, em Ilhéus, região sul da Bahia. A criança foi encontrada com perfurações no tórax. Segundo a delegada de homicídios da cidade, Andréa Oliveira, Lidiane tentou um aborto tardio, com 36 semanas de gestação. Inclusive, fez uso de medicamentos. Na noite do ocorrido, a jovem foi levada à uma maternidade da região, pois teve hemorragia interna intensa, ainda de acordo com a delegada, e teve alta da unidade de saúde nesta segunda-feira (5/11). Em depoimento, Lidiane se manteve calada. “Estava visivelmente transtornada. Provavelmente com depressão pós-parto”, disse Andréa, procurada pelo Aratu Online. A mulher foi encaminhada para audiência de custódia e responderá ao processo em liberdade. O caso segue acompanhado pela Delegacia de Homicídios (DH) de Ilhéus. (Aratu online)