Daciolo pede ao TSE anulação do 1º turno e voto em cédula

Cabo Daciolo. (Foto: Zeca Ribeiro/Câmara Dos Deputados)

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) recebeu no dia 11 de outubro uma representação em nome do Cabo Daciolo (Patriota) para que fossem convocadas novas eleições. Ele alegava que foi prejudicado pelas urnas eletrônicas e que o resultado final não representaria a vontade popular. A resposta da Corte que supervisiona o processo eleitoral brasileiro foi negativa.
Inconformado, o ex-presidenciável ingressou nesta quarta-feira (17/10), com um mandado de segurança no Tribunal, pedindo a anulação do primeiro turno e à adoção do voto em cédulas em lugar do sistema eletrônico vigente. (Gospel Prime)