Adolescentes de 14 e 17 anos são apreendidos suspeitos de matarem professor no sul da Bahia

Professor foi assassinado a golpes de faca
 Foto: Divulgação/Polícia Civil


Dois adolescentes suspeitos de assassinarem o professor Romilson Pereira, de 56 anos, no distrito de Monte Azul, em Jucuruçu, sul da Bahia, foram apreendidos na noite de sexta-feira (19).
De acordo com informações da Polícia Civil, os dois adolescentes, identificados pelas iniciais W.R.S., de 14 anos, e D.C.R., de 17, estavam escondidos na Fazenda Pedra Mimosa, que fica na zona rural de Guaratinga, a cerca de 90 km de Jucuruçu. A polícia chegou até eles após denúncias.
Ainda segundo a Polícia Civil, eles confessaram o crime e contaram que Romilson estava acusando o adolescente de 14 anos de ter roubado um celular. Eles disseram, então, que marcaram de se encontrar com o professor na Fazenda Boa Sorte, no distrito de Monte Azul, em Jucuruçu, onde o crime foi cometido.
A faca utilizada para matar o professor foi entregue à polícia. Os adolescentes foram apresentados e estão à disposição da Justiça.

Caso
De acordo com a polícia, um homem localizou o corpo do professor Romilson Pereira por volta das 11h30 de quinta-feira (18), na área de pastagem da Fazenda Boa Sorte.
A vítima foi encontrada sem roupa, em estado de decomposição, com várias perfurações de faca pelo corpo. O professor foi visto pela última vez por volta das 19h30 de quarta-feira (17), a bordo de uma motocicleta, com uma mochila nas costas.
Segundo a polícia, era comum a vítima ir até a fazenda onde ele foi encontrado morto. Ainda não há informações de suspeitos e nem a motivação do crime. A Polícia Civil investiga o caso.
O professor, que já trabalhou em Monte Azul, prestava serviço na cidade de Guaratinga, município circunvizinho a Jucuruçu. As aulas estão suspensas nas Escola Boa Sorte e Alagoinhas, que ficam em Guaratinga, onde ele trabalhava. (G1 BA)