Viúva do pastor que se matou defende que suicídio não o condenou ao inferno

Kayla e Andrew Stoecklein. (Foto: Reprodução / Instagram)
Kayla Stoecklein, viúva do pastor Andrew Stoecklein, que se matou em sua igreja no mês passado, está confiante de que seu marido está no céu. Ela escreveu um longo testemunho, onde lamenta que exista um “mito” de que os suicidas estão condenados ao inferno.
“Trata-se de uma crença comum sobre o suicídio e isso parte meu coração. Eu sou a primeira a admitir que, antes da morte de Andrew, também acreditava nisso”, escreveu Kayla, 29, no texto de seu blog chamado “3 mitos sobre o suicídio”. (Gospel Prime)