Cuidado: Criminosos usam dinheiro falso para fazer compras pela internet

Foto : Reprodução / TV Bahia

Cerca de 350 mil notas falsas foram apreendidas na Bahia entre os anos de 2010 e 2018, de acordo com levantamento da Polícia Federal. A circulação do dinheiro fraudado é flagrada em anúncios de venda e troca na internet. Os criminosos utilizam as cédulas em sites e aplicativos de compra e venda. De acordo com o G1, uma mulher, que preferiu não ser identificada, anunciou um celular online e, ao se encontrar com o comprador e entregar o produto, recebeu a quantia inválida de R$ 300. De acordo com a delegada Suzana Jacobina, fabricar, alterar, vender ou repassar dinheiro falso é crime com pena que varia entre três a 12 anos de prisão, além de multa. A PF orienta clientes e vendedores a analisarem as notas antes de recebê-las. Para conferir se são verdadeiras, o órgão instrui a observar no papel, no contraluz, características como a presença da marca d'água, do fio de segurança e a imagem latente, que pode ser vista com a cédula posicionada na altura dos olhos. (M1)