Suspeitos de matar cantor sertanejo e músico em festa no oeste da Bahia têm prisão preventiva decretada


Ttrio suspeito de matar o cantor sertanejo Iago dos Santos Silva e o músico Antônio Carlos Marçal Moreira, em Cotegipe, oeste da Bahia (ver aqui), teve a prisão preventiva decretada pela Justiça. A informação foi confirmada ao G1 nesta terça-feira (28), pelo delegado Rivaldo Almeida Luz. Ainda segundo o delegado, que é coordenador da Polícia Civil na região, os suspeitos não haviam sido presos até esta manhã. As identidades deles não foram divulgadas para não atrapalhar as investigações da polícia. O cantor, da dupla sertaneja Thiago e Yago, e o músico foram mortos a tiros na madrugada de domingo (26). A suspeita da polícia é de que eles foram baleados após uma discussão que teria sido motivada por ciúme. O crime ocorreu durante uma festa, em uma praça da cidade. Os corpos de Iago e Antônio Carlos foram periciados pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT) na manhã de domingo e liberados para as famílias no mesmo dia. A polícia não tinha informações sobre o sepultamento das vítimas. De acordo com o delegado, um dos suspeitos teria uma desavença pessoal com o cantor por conta de uma namorada. Iago seria o alvo dos tiros, que acabaram atingindo também o músico que estava com ele na festa. (G1)