Após enfrentar depressão, pastor de 30 anos comete suicídio

Pastor Andrew Stoecklein e família. (Foto: Arquivo)

O pastor Andrew Stoecklein, de 30 anos, da igreja Inland Hills, Califórnia, EUA, que sofria de depressão e ansiedade, cometeu suicídio no último sábado (25).
No Instagram a esposa Kayla declarou: “Não era o milagre que eu esperava. Ele foi um marido incrível. Por favor, orem por mim e pelos meus filhos. Não sei como vou enfrentar isso”. Ela também escreveu que nunca imaginou ser esse o fim de sua história.
“A igreja Inland Hills está triste porque o nosso pastor Andrew Stoecklein foi recebido no céu na noite de sábado, depois de lutar contra a depressão e a ansiedade. Não era o que esperávamos. Hoje, sofremos como família, como igreja”, dizia uma postagem da instituição no Facebook, na tarde de domingo.


“Durante o tempo em que liderou essa igreja, Andrew conquistou a muitos com seu coração apaixonado por Deus, e ensinando esse amor, apontando para Jesus”, também dizia o texto.
Familiares e amigos enviaram várias mensagens solidárias e de consolo. Muitas pessoas se surpreenderam pelo ocorrido e se manifestaram em suas redes sociais. O pastor era bastante considerado e visto como exemplo para muitos. Andrew deixou a esposa Kayla e três filhos. (Gospel Prime)