Espanha perde para a Rússia nos pênaltis e dá adeus ao sonho do bicampeonato


Espanha e Rússia vão empatando em 1 a 1 em jogo pelas oitavas de final da Copa do Mundo Rússia 2018. O jogo, que acontece neste domingo (1), no estádio de Luzhniki, em Moscou, é morno e com amplo domínio de posse de bola dos espanhóis que não conseguem criar jogadas perigosas. O jogo será decidido nos pênaltis.
 Aos 17 minutos, em lance dentro da área russa, o zagueiro Ignashevich derrubou Sergio Ramos e acabou colocando a bola para dentro do próprio gol. Aos 40, o centroavante Dzyuba empatou de pênalti para a Rússia. É o terceiro gol dele no Mundial. A maior parte do primeiro tempo foi marcada por muita troca de passes da Espanha.
 Mas sem objetividade, tanto é que a bola mal chegou ao atacante Diego Costa da Espanha. Os espanhóis pareciam contentes em cozinhar o jogo e deixar o relógio passar. Em uma bola cruzada na área, contudo, Piqué subiu para cortar com o braço erguido e acabou fazendo um pênalti infantil. Dzyuba cabeceou depois de cruzamento de Samedov, a bola pegou na mão do zagueiro espanhol e o juiz apitou a falta. Os russos não desperdiçaram a chance.
 Na segunda etapa, a expectativa era de que a Espanha buscasse mais o ataque depois dos 45 minutos iniciais em que pouco fez, mas quase nada aconteceu. Os espanhóis não conseguiram criar, a Rússia defendeu muito, contando com o empenho do brasileiro naturalizado Mário Fernandes, e nada aconteceu.
 Agora, depois das prorrogações, em que a partida permaneceu empatada, o jogo será decidido nas penalidades. Do confronto entre Espanha e Rússia sai o próximo classificado para as quartas de final da Copa do Mundo, que enfrentará o vencedor do confronto entre Croácia e Dinamarca. As duas seleções também jogam neste domingo, mas na parte da tarde, a partir das 15h, com cobertura minuto a minuto do EL PAÍS. Foto: ALBERTO ESTÉVEZ EFE