Aparelho criado por brasileiro promete detectar infecção por hepatite C em minutos

Um pesquisador brasileiro desenvolveu um equipamento que promete detectar a infecção por hepatite C, conhecida por ser uma doença silenciosa, entre 10 minutos e 15 minutos. Se trata de um aparelho portátil, com bateria autônoma para até 18 exames. O custo para a produção desse dispositivo é de R$ 430.
“São feitos os testes e os resultados são enviados na hora para o e-mail do médico ou salvos no cartão de memória”, conta João Paulo de Campos Costa, de 26 anos. O jovem desenvolveu o produto durante seu mestrado na Escola de Engenharia de São Carlos, da Universidade de São Paulo (USP). Segundo informações do UOL, o dispositivo já foi patenteado e chamou atenção de fabricantes da área da saúde, que deverão buscar as certificações necessárias para que ele possa ser comercializado. A ideia é vender o produto para laboratórios e, principalmente, para o governo, que visa erradicar a doença até 2030.
A criação de Costa se baseia nas proteínas que os organismos infectados com o vírus da hepatite C produzem para combater a doença. “O sensor tem um eletrodo em que imobilizamos o antígeno. Nós retiramos o sangue, separamos o soro e testamos no novo dispositivo. Se a pessoa tiver anticorpos para a doença, eles vão se ligar ao eletrodo, reduzindo a corrente elétrica. Essa variação da corrente é captada pelo aparelho e enviada como resultado”, explica o pesquisador.

De acordo com a publicação, a sensibilidade do aparelho permite a detecção das imunoglobinas M produzidas até 15 dias após o contato com o vírus. Já os métodos utilizados atualmente só permitem o diagnóstico depois de um mês. Outra vantagem no dispositivo é o custo, já que os aparelhos convencionais são importados e chegam a custar R$ 60 mil. (UOL)