Mulher ateia fogo em universitária dentro de carro; estudante teve 45% do corpo queimado



A Polícia Civil de Goiânia investiga o que levou uma mulher de 38 anos a atear fogo na estudante de farmácia Beatriz Carneiro de Araújo, de 20 anos. A jovem havia saído de casa para comprar pão e foi surpreendida pela desconhecida logo depois que entrou no carro e voltar para casa. Beatriz teve 45% do corpo queimado e está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em estado grave.
O crime aconteceu na manhã de sexta-feira (16), em São Luís de Montes Belos, a 120 km de Goiânia. Segundo o G1, quando Beatriz voltou para o carro, uma mulher quebrou a janela de vidro com uma marreta, jogou álcool e acendeu o fogo. Ela foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros para um hospital particular da cidade e depois encaminhada para o Hospital de Queimaduras de Anápolis, onde está internada.

Segundo boletim médico, ela teve queimaduras de 2º grau no rosto, peito, costas e braços. Apesar de grave, garota segue estável e respira espontaneamente.

A suspeita, que não teve o nome divulgado, ficou em silêncio durante o depoimento segundo o delegado Victor Avelino, responsável pelo caso. Segundo ele, o principal objetivo da investigação é “determinar a motivação do crime”, já que a vítima não conhece a autora do ataque.


Fonte: Correio 24hs