Facebook se desculpa por sugerir vídeos de abuso infantil na busca


Alguns usuários do facebook ficaram espantados nesta quinta-feira (15) com a ferramenta busca da rede social. Quando o campo era preenchido com “vídeos de...”, aparecia como sugestão conteúdos de sexo com criança e cenas do ataque à escola na Florida e filmes.
No Twitter, pessoas postaram prints da tela e pediam uma explicação da empresa. Houve até ameaça de excluir o perfil se o problema não fosse resolvido.
“Nós pedimos desculpas pelo ocorrido”, disse um porta-voz do Facebook ao jornal Washington Post. “Assim que fomos alertados sobre as sugestões, elas foram removidas.”
Ele argumenta que a ferramenta de busca não reflete necessariamente os conteúdos da plataforma, mas o histórico das buscas do perfil do usuário.
“Nós não permitimos imagens de sexo explícito e estamos nos empenhado para manter esse conteúdo fora do site”, completou.
Não é a primeira vez que empresas de tecnologia recebem críticas desse tipo. Em 2017, o Google também teve que dar explicações por permitir que anunciante escolhessem como palavras-chave termos ofensivos aos judeus. A empresa desabilitou essas opções.  Fonte: R7