Com show de Messi, Barcelona vence Chelsea e se classifica às quartas

© Foto: Joesp Lago/AFP

Depois do empate em 1 a 1 no Stamford BridgeBarcelona e Chelsea se enfrentaram nesta quarta-feira no Camp Nou. Melhor para o Barça, que venceu por 3 a 0, dois gols de Messi e um de Dembelé. Com o resultado, a equipe confirmou a vaga nas quartas de final da Liga dos Campeões. Os comandados de Ernesto Valverde fizeram jogo seguro, e o gol no início deu tranquilidade para suportar a pressão do adversário. No contra-ataque, o time foi letal e decretou a vitória.
O show ficou por conta de Lionel Messi. Após marcar o primeiro gol contra o rival inglês na partida de ida, o argentino fez dois gols, protagonizou bela jogada no segundo, marcado por Dembelé e conduziu o time à vitória. Com Hazard apagado e Giroud mal, Willian foi o destaque individual dos Blues, fazendo boa partida e criando os principais lances de perigo da equipe londrina. O craque histórico do Barça com os dois marcados chegou ao gol de número 100 na competição, atrás apenas de Cristiano Ronaldo com 117 tentos.
Os catalães agora jogam no Campeonato Espanhol contra o Athletic Bilbao, no Camp Nou. Já os Blues te compromisso importante pela Copa da Inglaterra diante do Leicester, fora de casa.
O jogo – O Barcelona começou encurralando o Chelsea, e logo aos três minutos saiu na frente. Em boa trama pela direita, Suarez serviu Messi, que de perna direita bateu entre as pernas de Courtois. Detalhe: os ingleses mal tinham pegado na bola ainda.
Os Blues responderam em cobrança de falta de Willian, a redonda sofreu leve desvio e foi na rede pelo lado de fora. A equipe se empolgou e começava a chegar com perigo, rondando a área do adversário, o brasileiro tentou de fora da área, mas Ter Stegen segurou firme.
Mesmo com o Chelsea melhorando, Messi seguia inspirado. O argentino roubou a bola de Fabregas, deu drible da vaca em Azpilicueta e serviu Dembelé, o francês bateu forte de perna direta e ampliou: 2 a 0 em 20 minutos. O domínio catalão começava a ser iminente, Iniesta deu passe de calcanhar para Suarez, que girou e bateu cruzado, Courtois fez boa defesa.
Jogadores do Barça comemorando o segundo gol
© Foto: Joesp Lago/AFP
O time de Antonio Conte teve boas chances de diminuir o marcador, primeiro com Marcos Alonso, que bateu em cima de Ter Stegen, após passe de Willian. Na sequência da jogada, Kante fez jogada indiivudal e a bola sobrou limpa para Fabregas bater, mas o volante francês atrapalhou o companheiro, pegou mal e a bola foi pela linha de fundo.
No último lance do primeiro tempo, Marcos Alonso quase descontou em cobrança de falta, mas a bola pegou na trave. E assim, o primeiro tempo acabou com o placar parcial de 2 a 0 para o Barça.
Na etapa final, o Barcelona quase ampliou com Suarez, depois de falha da defesa, Courtois pegou. Aos quatro minutos, um lance polêmico na partida, Marcos Alonso foi derrubado por Piqué na área, mas o árbitro ignorou, gerando revolta dos jogadores do Chelsea, Giroud acabou levando cartão amarelo por reclamação.
Valverde optou por dar uma chance a Paulinho, que começou entre os reservas. O brasileiro entrou no lugar de Iniesta, que saiu ovacionado pelos torcedores no Camp Nou. Os Blues quase marcaram com Marcos Alonso, mas Piqué bloqueou.
Na sequência, mais um gol de Messi, o argentino recebeu, avançou pela esquerda e bateu cruzado, novamente entre as pernas de Courtois, 3 a 0 e classificação garantida. O atacante tentou o terceiro em cobrança de falta, mas o goleiro belga defendeu.
O Barça seguiu superior, e os ingleses ainda tiveram outra bola na trave. Mais oportunidades foram criadas pelos catalães, que pararam no arqueiro do adversário. Depois do apito final, muitos aplausos e festa da torcida.
FICHA TÉCNICA
BARCELONA-ESP 3 X 0 CHELSEA-ING
Local: Estádio Camp Nou, Barcelona (Espanha)
Data: 
14 de março de 2018, quarta-feira
Horário: 
16h45 (horário de Brasília)
Árbitro:
 Damir Skomina (Eslovênia)
Assistentes: 
Jure Praprotnik e Robert Vukan (Eslovênia)
GOLS:
Barcelona: 
Messi aos três minutos do 1T e aos 18 do 2T, e Dembelé aos 20 do 1T
Cartões Amarelos: 
Sergi Roberto (Barcelona), Willian, Giroud e Marcos Alonso (Chelsea)
Cartões Vermelhos: –
BARCELONA: Ter Stegen; Sergi Roberto, Piqué, Umtiti, Alba; Sergio Busquets (André Gomes), Rakitic, Iniesta (Paulinho); Dembelé (Aleix Vidal), Messi e Suarez.
Técnico: Ernesto Valverde
CHELSEA: Courtois; Azpilicueta, Christensen, Rudiger; Moses (Zappacosta), Kante, Fabregas, Alonso; Willian, Hazard (Pedro) e Giroud (Morata).
Técnico: Antonio Conte
 Fonte: