Suspeito de matar jovem é indiciado por homicídio triplamente qualificado


Adriel Montenegro dos Santos, de 21 anos, suspeito de matar a namorada Andreza Vitória Santana da Paixão, 15, será indiciado por homicídio triplamente qualificado: impossibilidade de defesa da vítima e feminicídio, motivo torpe e porte ilegal de arma.
A decisão foi anunciada pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) nesta terça-feira, 24, após concluir o inquérito que apurou a morte da estudante, assassinada com um tiro na nuca.
Adriel permanecerá custodiado no sistema prisional, onde está desde setembro.
Crime
Andrezza foi baleada na região da nuca na porta da casa onde morava. À época, as investigações preliminares indicavam que, no dia do crime, Adriel foi buscar a jovem na Escola Estadual Rotary, onde ela estudava, localizada na ladeira do Abaeté, indo em seguida para a residência da vítima.
Ela chegou a ser socorrida para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiu aos ferimentos.
Segundo a versão do rapaz, a namorada teria apontado a arma para ele, que tentou tomar o revólver calibre 38 da sua mão. Na ação, a arma acabou disparando e atingindo a adolescente. *A tarde.