Polícia prende mulher que mandou matar aluna dentro de academia; outros 5 estão envolvidos

Imagem ilustrativa
A Polícia Civil apresenta, nesta segunda-feira (7), às 15 horas, Fernanda dos Santos Alves, de 37 anos, acusada de ser a mandante do assassinato de Jumaria dos Santos Barbosa, 41, morta a tiros, em abril, numa academia de ginástica, em Lauro de Freitas.
Outros cinco envolvidos no crime já estão identificados e terão suas fotografias e nomes divulgados durante a apresentação, que será conduzida pelo delegado Joelson Reis, titular da 23ª Delegacia Territorial (DT), de Lauro de Freitas.
A morte de Jumaria foi em uma academia no centro da cidade localizada na Região Metropolitana de Salvador. Ela foi atingida por vários tiros quando fazia exercícios em um aparelho.
No dia do crime, um homem teria chegado á portaria pedindo para conhecer a academia e foi atendido, tendo sido acompanhado por um funcionário, que imaginou que o visitante tratava-se de um futuro cliente. A seguir, ele pediu para ir ao sanitário e, na volta, dirigiu-se ao local onde estava a aluna, sacou uma pistola automática e fez, pelo menos, quatro disparos.
Jumaria era moradora da Praia do Flamengo, em Salvador e malhava nessa academia há 10 meses. Para chegar aos autores do crime, a polícia usou, também, imagens de câmeras de vigilância, e, através de testemunhas, conseguiu identificar a mandante e as motivações do crime que vão ser informadas na entrevista coletiva programada para esta tarde.
Este foi o segundo crime ocorrido dentro de uma academia este ano na Bahia. Em 16 de março, na cidade de Catu, uma aluna que também fazia treinamento foi executada com 12 tiros.



(Fonte: AgoranaBahia)