Três falsos dentistas são presos no sul da Bahia


Uma ação realizada com o apoio da Polícia Militar prendeu três falsos dentistas que atuavam nas cidades de Urandi e Caculé, no Sertão Produtivo, sudoeste baiano. Segundo informações do Conselho Regional de Odontologia da Bahia (CRO-BA), em Urandi foram detidos dois homens, um de 63 anos, que atuava há quase sete anos, e outro homem de 41 anos, que há cinco anos exercia a profissão ilegalmente. Na cidade de Caculé, foi preso um homem de 48 anos, que se passava por dentista há quase dez anos. Os três falsos dentistas cobravam entre R$150 e R$ 200 pelos serviços prestados. 
Os três supostos dentistas irão responder por exercício ilegal, mesmo que gratuito, da profissão, crime previsto no Artigo 282 do Código Penal. A previsão é de seis meses a dois anos de prisão, mas se o crime é praticado visando o lucro, é aplicada uma multa. O Conselho Federal de Odontologia defende que em tais crimes de exercício ilegal da profissão, sejam aplicadas penas mais severas. Fonte: Valera Notícias