Homem mata esposa durante cruzeiro com as três filhas


O americano Kenneth Manzanares, de 39 anos, matou a esposa, Kristy, da mesma idade, durante um cruzeiro com as três filhas na noite da última terça-feira (25). Ao ser encontrado com o sangue da mulher nas mãos e nas roupas, ele declarou: "ela não parava de rir de mim".
Segundo informações que constam no processo aberto contra Kenneth, Kristy foi morta com um grave ferimento na cabine em que estavam hospedados. 
Desesperada, a filha caçula do casal deixou o local correndo e começou a pedir ajuda, segundo relatos. "Ouvimos uma mulher gritando e então uma menininha que estava no quarto saiu correndo e pedindo ajuda porque seus pais tinham brigado. Ela parecia estar desesperada", afirmou o passageiro Charles Rowlen ao Komo News.
No cabine, passageiros e tripulação chegaram a pensar que a situação estava sendo encenada, já que o tema do cruzeiro naquela noite era "assassinatos misteriosos". Eles só entenderam que se tratava de um homicídio real quando o homem tentou arremessar o corpo da esposa da varanda do nono andar do navio. 
O casal morava em Utah, nos Estados Unidos, e havia embarcado com as três filhas no cruzeiro da Emerald Princess em Seattle, no último domingo (23). Com o crime, o navio foi desviado para Juneau, no Alasca, onde Kenneth foi ele foi preso na manhã de quarta-feira (26). 
Uma audiência inicial foi marcada para 10 de agosto. O homem, que não tinha passagem pela polícia, continua preso sem direito à fiança. 
A empresa de turismo informou que os passageiros a bordo do cruzeiro irão receber um bônus pelo imprevisto. 

(Fonte: RedeTV)